Hemangioma

O hemangioma é uma má formação vascular que se apresenta como um tumor benigno. Acontece quando há o crescimento anormal de células maduras sem capacidade de invadir outros tipos de tecidos e órgãos do corpo, sendo um acúmulo de vasos sanguíneos em uma mesma área. É comum na infância e logo após o nascimento já pode ser visível na criança.

Meninas desenvolvem mais a doença do que meninos, especialmente em casos de bebês nascidos prematuramente, com baixo peso e em casos que, durante a gestação, a mãe fez exames invasivos, como aspiração de líquido amniótico.

Pode ser uma única lesão ou em vários pontos do rosto, pescoço, peito e costas do recém-nascido. O hemangioma tem como característica crescer durante o primeiro ano de vida da criança. A média de tamanho é de até 26 milímetros, mas tende a diminuir e desaparecer com o passar dos anos, geralmente até os 10 anos.

A doença de pele tem cor vermelha ou azul e são sensíveis ao toque, podendo se transformar em feridas. Mas, em geral, são indolores e não há como se prevenir.

 

Tratamento

Ao notar qualquer tipo de lesão na sua pele, ou na de seu filho, procure rapidamente um dermatologista para ter o diagnóstico, que é feito através da observação clínica do médico especialista durante a consulta.

Dependendo das características, podem ser pedidos exames adicionais para um diagnóstico mais preciso, pois as lesões podem ser muito extensas, apresentarem sangramento excessivo ou ainda desenvolver uma infecção na área.

O medicamento mais indicado pelos médicos é o beta bloqueador, que age evitando o crescimento e apressando o desaparecimento da pele. Outra opção para os casos mais graves é o laser transdérmico, que complementa o tratamento com remédio tópico. Mas, esse só é recomendado em adultos, pois em crianças a doença pode desaparecer sozinha.

Entre em contato


Espaço Sullege Suzuki | 2018. © Todos os direitos resevados
Desenvolvido por Link9 & MedConsulting