Médica: Casal tem que ter sexo 2 vezes na semana e homem precisa se masturbar

 Publicado por: Sullege Suzuki

Em entrevista ao site , a médica endocrinologista Mariana Suzuki esclareceu sobre o impacto do estresse na libido, bem como os efeitos da testosterona no organismo.

"Libido está muito relacionado com o meio externo, se a minha testosterona está lá embaixo e a libido também, quando investigamos, percebemos os efeitos externos, como preocupações com a família. Estamos que estar em harmonia para que a nossa pepeka possa abrir", comentou ela.

Ela comenta que sexo é igual a academia, é preciso persistir, começar, se tornar hábito. "Imagine que a vagina é um órgão que tem um músculo e temos que começar a praticar, tem que namorar, gente", comentou.

Segundo ela, não tem quantidade ideal para relação sexual, porém duas vezes por semana é recomendado. Já o homem tem desejo para sexo diariamente, é visual e tem testosterona elevada.

"Eu vejo que tem um grande tabu quando a gente pergunta: o homem se masturba com maior frequência? Claro, ele tem que liberar aquilo de alguma maneira, se ele está masturbando, maravilha, a chance dele está indo procurar em outro jardim é menor. Senão ele vai lá, tem uma relação sexual e acabou. É muito físico".

A médica comentou que mulheres precisam de estímulo, de uma flor, uma mensagem. "Quando falamos sobre ato sexual tem que ser prazeroso, quando é bom, a mulher, especialmente, fica mais feliz, se sente mais bonita. Se ela não gosta de sexo, provavelmente não teve orgasmo". 

Mariana comentou também sobre reposição hormonal e o gel de testosterona. "Essa diferença, comparando o homem e mulher quanto a esse hormônio, é muito alta. Assim é no emagrecimento, eles têm o metabolismo mais acelerado que nós, mulheres". 

Confira a entrevista na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=R8SfFfZPfmA&feature=emb_title

Agende sua consulta

    Espaço Sullege Suzuki | 2018. © Todos os direitos resevados
    Desenvolvido por Link9 & MedConsulting